O HOTEL

O Hotel Goiás se alegra em te dar boas vindas!
Venha sozinho ou com a sua família, ficar aqui por uma noite ou por semanas, enquanto em viagem de negócios ou em algum tipo de conferência, de qualquer forma o nosso hotel é a melhor opção. Não hesite em nos contatar a qualquer momento , caso você tenha alguma dúvida ou preocupação.
Venha saborear conosco a melhor comida da Região das Águas Quentes, acompanhada de uma enorme variedade de saladas e churrasco. Dentre alguns dos pratos da cozinha goiana se destacam: arroz com pequi, galinhada com pequi, frango com pequi, carne de panela, guariroba (tipo de palmito amargo servido ao molho ou com frango), o angu, ensopado de mandioca temperado com pimenta de cheiro dentre outros.

 

Acreditamos que uma refeição em nosso restaurante é mais do que uma simples experiência, visamos sempre oferecer um momento especial, e isso você encontra aqui no HOTEL E RESTAURANTE GOIÁS. Oferecemos um cardápio variado, com o melhor que a comida goiana e região podem oferecer, preparado com ingredientes de qualidade e profissionais da gastronomia goiana.
A cozinha típica goiana é de origem indígena, com a mescla das influências da culinária mineira e paulista. Na época da mineração, o abastecimento alimentar consistia num dos grandes problemas em Goiás. O colonizador buscou alternativas no consumo de alimentos cuja produção adaptava-se ao cerrado, conforme afirma Bariani Ortencio em seu livro Cozinha goiana: histórico e receituário. “As receitas, os ingredientes para comporem as iguarias culinárias, eram executadas conforme os produtos alimentícios existentes na região e também com as substituições desses produtos. Não havia a batatinha inglesa, mas havia a mandioca e o inhame nativos, a serralha entrava no lugar do almeirão, a taioba substituindo a couve”.
Essa mistura proporcionou um tempero único. Exemplos disso é o arroz com piqui (fruto típico do cerrado, misturado com o secular arroz), a galinhada e a pamonhada que, em Goiás, não são apenas iguarias. Esses pratos se transformaram em símbolos de integração social. A pamonhada, em especial, empurrou os homens para a cozinha, delegou tarefas neste ato memorial, incumbindo compadres e amigos de cortar, selecionar e ralar o milho e ainda lenhar.
O empadão goiano está para Goiás como o pão de queijo está para Minas. O peixe assado na telha, carne de sol com legumes, pernil assado com farofa na manteiga, leitão pururuca, guariroba (espécie de palmito amargo), são pratos bastante populares. Sobremesas: pamonha, curau, doces de cascas de frutas, frutas cristalizadas, biscoito de queijo e muito mais. Existem também os restaurantes típicos e os tradicionais, para os que aprovam a apetitosa culinária goianense.